Entenda como agregar sua análise com mapa de calor + exemplos de uso

5 minutos para ler

Muito usadas no digital para descobrir em quais partes do seu site os usuários estão interagindo, as ferramentas de mapa de calor se tornaram essenciais para entender onde está a atenção do público em páginas da internet.

Porém, sua aplicação vai muito além disso! Os mapas de calor podem agregar análises de negócio, cruzando dados de consumo com geolocalização e embasando decisões estratégicas sobre pontos de venda e maior propensão de consumo, por exemplo.

Neste artigo, vamos entender o que é o mapa de calor, para que serve e quais os benefícios de utilizá-lo, além de conferir um caso de uso prático no segmento de Postos de Gasolina e Combustíveis. Acompanhe!

O que é mapa de calor?

O mapa de calor — também conhecido como heatmap em inglês — é uma representação gráfica que expressa o comportamento do consumidor em determinados locais, sejam eles físicos ou online.

A ferramenta capaz de gerar mapas de calor consome dados estatísticos como base para visualização das áreas mais quentes — normalmente destacadas em vermelho — até as mais frias — em verde.

Para que serve o mapa de calor

Antes de tomar uma decisão estratégica de negócio, é preciso considerar particularidades sobre o comportamento do consumidor e do mercado em geral.

Para entender de forma prática para que serve o mapa de calor e como ele embasa a tomada de decisão, vamos a um exemplo real de heatmap aplicado ao segmento de Postos de Gasolina e Combustíveis.

Uma empresa de postos de gasolina precisava descobrir em quais regiões de São Paulo havia maior e menor concentração de postos, a fim de identificar oportunidades para abrir novas unidades do seu negócio. 

A partir disso, foi criado um ranking com a quantidade de postos de gasolina em 100 bairros da cidade. Porém, olhar dados em uma planilha não seria suficiente para tomar a decisão, dada a dificuldade em visualizar quais bairros estão próximos um do outro e quais regiões da cidade têm maior déficit de unidades de postos de gasolina.

A aplicação do mapa de calor resolveu essa questão e mostrou os pontos onde existe maior e menor concentração de estabelecimentos, identificando as regiões onde há oportunidade para abrir novas unidades do negócio. 

Veja na imagem abaixo o quanto as regiões da Lapa, Santana, Tatuapé e Vila Mariana, por exemplo, têm alta concorrência de postos de gasolina, enquanto bairros como Cidade Tiradentes, Perus e Itaim Paulista têm menor concentração de estabelecimentos. 

Mapa de Calor de São Paulo

Quais os benefícios de usar o mapa de calor?

Agora que você já tem um exemplo prático de como o mapa de calor pode contribuir com a tomada de decisão estratégica de uma empresa, vamos conferir outros benefícios de usar esse tipo de ferramenta?

Simplificação do uso de dados

Muito se fala que os dados são o novo petróleo, de tão valioso que eles se tornaram para as empresas. Porém, apenas coletar dados não é suficiente. Eles precisam ser transformados em informações relevantes que facilitem as atividades cotidianas do negócio.

Nesse sentido, a utilização do mapa de calor cumpre muito bem esse papel, simplificando o uso de dados por meio de visualizações de fácil compreensão.

Facilidade de uso

Não precisa ser um expert em tecnologia para conseguir usar os mapas de calor no seu negócio. Isso porque o grande diferencial da ferramenta está em literalmente ajudar decisores a enxergar de forma mais clara aquilo que os números e as planilhas querem te dizer. 

Ou seja, mapas de calor facilitam a interpretação de informações complexas sobre seu negócio e o mercado em geral.

Diferencial competitivo frente à concorrência

Que tal checar mais um exemplo que explica bem como o uso de mapas de calor pode oferecer vantagem competitiva em relação à concorrência?

Ainda usando os postos de combustíveis como base, vamos agora para o mercado do Rio de Janeiro, onde uma empresa responsável por postos da cidade precisava entender quais regiões da cidade mais consomem combustível mensalmente.

Para isso, usou dados sobre o valor total de consumo de cada bairro em reais, criando uma média entre consumo de álcool e gasolina por região. 

Veja o resultado do mapa de calor na imagem a seguir e entenda como foi importante criar essa visão, já que grande parte do mapa está vermelho, indicando oportunidades de muitos bairros que têm alto consumo de combustível todos os meses.

Mapa de Calor do Rio de Janeiro

Qual a melhor ferramenta para gerar mapa de calor?

Agora que você já sabe o que é e para que serve o mapa de calor, pode estar se perguntando qual a ferramenta mais indicada para aplicá-lo no seu negócio, não é mesmo?

Então, você precisa conhecer os recursos de mapa de calor do Economapas, um software de inteligência de mercado que processa, de forma geolocalizada, informações complexas de consumo, população, renda, mercados e empresas, exibindo-as de maneira simples e intuitiva, tornando-se um poderoso aliado para empresas de qualquer porte e segmento.

Conheça nossos recursos hoje mesmo e faça um teste grátis por 7 dias.

Posts relacionados

Deixe um comentário