Blog da Economapas

Tendências do Mercado Varejista: Saiba Como se Destacar no Mercado!

3 minutos para ler

As tendências do varejo para o segundo semestre de 2021 e ao longo de 2022 se voltam para o impacto da pandemia da COVID-19, mas também para o aumento da consciência dos clientes. 

Segundo uma pesquisa divulgada neste ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o volume de vendas do comércio varejista no Brasil fechou em 2020 com uma alta de 1,2%, e 6% na receita nominal. Ou seja, embora a competitividade tenha aumentado, o cenário é positivo. 

Para se manter alinhado, veja as principais tendências do varejo neste artigo! 

3 tendências varejistas para o 2º semestre de 2021 e 2022

  • cliente no centro;
  • uso e análise de dados;
  • digitação.

Essas são as principais tendências que as empresas de varejo terão que se adaptar. Entenda melhor:

O cliente ainda mais no foco

Dentre todas as tendências do varejo, o foco ainda mais intenso nos clientes é a que mais vai exigir uma reestruturação das dinâmicas empresariais. Na prática, isso quer dizer entregar tudo o que o cliente espera de uma experiência de compra. Mas não apenas isso, o valor ideológico do produto e o posicionamento da marca passam a ser ainda mais importantes para atrair e manter clientes.

Isso aponta para o abandono do consumo passivo, onde o consumidor não tem participação nenhuma sobre o que está sendo oferecido para ele. Assim, é necessário que as empresas aumentem e trabalhem em prol da sociedade, diversidade, sustentabilidade e sejam sempre transparentes nas comunicações com seu público-alvo

Uso de dados, análise e personalização

Um estudo de 2019 feito pelo Google apontou que uma em cada três pessoas deseja receber recomendações de produtos personalizados de acordo com o seu perfil de compra.

Isso quer dizer que o armazenamento e análise de dados passa a ser fundamental para empresas que querem fornecer experiências mais personalizadas para seus clientes. Por isso, a tendência é que cada vez mais ferramentas tecnológicas de fornecimento de dados dos clientes e público-alvo – assim como big data – serão tão importantes. 

Digitalização

Desde que o fechamento e restrição de funcionamento de comércios físicos devido a pandemia da COVID-19, a digitalização passou a fazer parte das tendências do mercado varejista. Como consequência, houve o aumento da competição, uma vez que comércios físicos passaram a competir com lojistas de e-commerce. 

Ainda no segundo semestre de 2021 e em 2022 isso deve se intensificar ainda mais. O que vai forçar o mercado varejista a desenvolver estratégias digitais, aumentar a eficiência e produtividade. São desafios que só poderão ser superados com marketing, publicidade e ferramentas digitais. 

Agora que você já está alinhado com as principais tendências do varejo, descubra as Tendências De Consumo Para 2021 aqui no blog do Economapas!

Posts relacionados

Deixe um comentário